CURRÍCULO

Márcia Ameriot

Bacharel em Comunicação pela PUC – SP e jornalista. Há mais de 30 anos atua no Terceiro Setor, tendo dirigido grandes fundações. Desenvolveu sua carreira em Comunicação em veículos de comunicação como Folha da Tarde, Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios. No Terceiro Setor, foi gerente de projetos no IDIS (Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social), organização pioneira e inovadora.

Foi superintendente da Fundação Tide Setubal na qual dirigiu programas de desenvolvimento local comunitário e da Fundação Romi, onde desenvolveu projetos na área da Educação Infantil e Ensino Fundamental, nas duas escolas da instituição com projetos pedagógicos inovadores, visando desenvolver protagonismo, autonomia e competências socioemocionais nas linhas da Escola da Ponte e do exemplo da Reggio Emilia.

Experiência internacional na área de Violência Doméstica, política e direitos da mulher, tendo atuado por 12 anos na Itália, Chile e México. Uma das fundadoras da organização Mujer Integral a qual representou junto às Nações Unidas nos trabalhos de revisão da Conferência de Beijing, em Nova Iorque, assessorando a delegação mexicana. Formada em Princípios de Gestão para Organizações do Terceiro Setor. Continua escrevendo para blogs, linkedin e outras redes sociais sobre temas como Educação, Terceiro Setor e Estilo de Vida.

O que eu faço na CORE?

Sou Diretora de Comunicação CORE e reinventora.

Como posso reinventar na CORE, a partir de minha experiência?

Posso colaborar com minha experiência na facilitação de grupos, mobilização social, gestão de pessoas do terceiro setor, voluntariado e grêmio estudantil; além de poder atuar como facilitadora na comunicação de ações e projetos, empregando ferramentas de comunicação (jornal mural, newsletter na escola, comunicação interna). Posso atuar de forma a desenvolver as relações empáticas, a comunicação não violenta, a meditação, a autoestima, as competências socioemocionais e o autoconhecimento.