CURRÍCULO

Edgar Morin

“Afinal, de que serviriam todos os saberes parciais senão para formar uma configuração que responda a nossas expectativas, nossos desejos, nossas interrogações cognitivas?.” MORIN, Edgar. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. 8ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003, p. 116.

É Mentor e o grande inspirador da CORE. Sua obra, “Reinventar a Educação”, com o professor e escritor cubano Carlos Delgado, foi traduzida pela fundadora e presidente da CORE, Irene Reis Santos. Edgar Morin é um dos pensadores mais emblemáticos e importantes do século XX e XXI, reconhecido internacionalmente como o fundador e o pensador do Pensamento Complexo. Muitas são as contribuições de Morin, dentre elas, os sete “princípios-guia” da complexidade – interdependentes e complementares: o princípio sistêmico, o hologramático, o do ciclo retroativo , o do ciclo recorrente, o da auto-eco-organização, o dialógico e o da reintrodução do conhecido em todo conhecimento. Crítico do conhecimento que é fruto das experiência generalista e do conhecimento compartimentado por disciplinas.
Professor graduado em História, Geografia e Direito pela Universidade de Sorbonne, Paris. Lecionou na Universidade de Nanterre (1968). Diretor de Investigação e Diretor Emérito do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS) de Paris.
Fundação do Laboratório Edgar Morin (2008). Responsável por um dos primeiros estudos etnológicos produzidos na França, no Centro Nacional de Pesquisa Científica (CNRS). Criador do Centro de Estudos de Comunicações de Massa e as revistas Arguments e Comunication.
Acompanhamento das descobertas da genética no Instituto Salk de Estudos Biológicos em La Jolla, na Califórnia. Responsável pela redação do manifesto a favor da transdisciplinaridade com o semiólogo português Lima de Freitas e o físico romeno Basarab Nicolescu (1994). Mentor de jornadas temáticas (1998) com o governo francês; que originaram o livro “A Religação dos Saberes”. Codiretor do Centre d’Etudes Transdisciplinaires de la École des Hautes Études Sociales de Paris ( por quase duas décadas).
Certificado com a Cátedra Itinerante UNESCO “Edgar Morin” para o ensino do Pensamento Complexo (1999).

× Precisa de ajuda?