Projeto interdisciplinar utiliza xadrez gigante na aprendizagem

Julho 8, 2019
Julho 8, 2019 Core

O projeto Aprendendo com Xadrez, desenvolvido com alunos do 6º ao 9º anos da Escola de Ensino Fundamental Mãe Admirável, em Porto Alegre, foi uma das ferramentas empregadas pelos professores para aproximar os estudantes dos conteúdos e, ao mesmo tempo, estimular o raciocínio lógico e a construção coletiva. A sustentabilidade —  o reaproveitamento de materiais —  foi outro ponto abordado no projeto. Com caixas de leite, papelão e bolas de isopor, os alunos construíram peões, cavalos, bispos, rei e rainha. Mas não era só uma habilidade manual em jogo.

Eles fizeram as peças, mas também tinham de estudar cada uma delas – diz a professora de educação artística Alvania Redeschini.

O projeto da escola Mãe Admirável foi inspirado por uma iniciativa semelhante desenvolvida pelo professor de matemática Antônio Esperança.

Os estudantes ainda assistiram ao curta-metragem brasileiro Xadrez das Cores, no qual o esporte aparece como pano de fundo para a abordagem do preconceito racial. 

No trabalho para dar forma ao tabuleiro gigante, o professor de informática Vinícius Reis apostou no apoio dos jogos virtuais para demonstrar estratégias básicas. O professor de educação física Gustavo Rocha aprimorava a concentração da turma, e os conceitos de geometria da matemática foram bem explorados na hora de desenhar os moldes da peças.

– O principal conteúdo foi a geometria, mas o xadrez envolve mais do que isso. É o raciocínio lógico, o foco e a construção da estratégia. O aluno precisa parar, focar e jogar, sem contar que por eles terem feito juntos o jogo, estimula o trabalho em grupo – avalia professora de matemática Carmem Lúcia Pasetto.

Assista o curta-metragem “Xadrez das Cores”:

 

 

, ,
× Precisa de ajuda?